Rodrigo Pacheco: 'não há de minha parte nenhum tom de polemização e de reprimenda a Lula'

PolíticaSenado Federal

Rodrigo Pacheco: 'não há de minha parte nenhum tom de polemização e de reprimenda a Lula'

Presidente do Senado disse que Lula deveria pedir desculpas após polêmica com Israel

Crédito: Jefferson Rudy/Agência Senado

O presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), disse que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva deveria pedir desculpas pela comparação feita entre o ataque das forças militares de Israel à Faixa de Gaza com o Holocausto.

Após fazer um discurso lido em que repudiou a fala de Lula, Pacheco foi questionado por seu correligionário, o senador Omar Aziz (PSD-AM), sobre o posicionamento. Aziz pediu para Pacheco definir como ele se referiria à morte de civis na Faixa de Gaza por causa dos ataques das forças israelenses e disse que o presidente do Senado estaria fazendo uma "reprimenda" a Lula.

Pacheco respondeu que não se tratava de uma "reprimenda", mas que a comparação foi "indevida" e "imprópria".

"Não há de minha parte nenhum tom de polemização, tampouco de reprimenda ao presidente da República. É apenas uma conclamação na busca de pacificação e de reconhecimento da parte em que a comparação de qualquer acontecimento dessa natureza com o holocausto é algo absolutamente indevido e impróprio e que mereceria um pedido de retratação e desculpas", disse Pacheco. 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 19 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/