Principal liderança do crime na região da Valéria morre após confronto com Polícia

Segurança'Pablo Escobar'

Principal liderança do crime na região da Valéria morre após confronto com Polícia

Pablo Ricardo de Assis Gomes Oliveira estava escondido na mata

Crédito: Divulgação/PC

Equipes da Polícia Civil alcançaram a maior liderança do tráfico de drogas na região da Valéria, durante a Operação Responsio, na manhã desta segunda-feira (4). Com dois mandados de prisão em aberto, por tráfico de drogas, associação para o tráfico e organização criminosa, Pablo Ricardo de Assis Gomes Oliveira, o "Pablo Escobar", estava escondido na mata e entrou em confronto com os policiais. Ele foi atingido, socorrido a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. O suspeito, que também integrava o Baralho do Crime da Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), também era conhecido por oprimir e ameaçar moradores do bairro.

Além da localização de "Escobar", a operação também desarticulou três acampamentos de entorpecentes, com apreensão de cerca de 150kg de maconha. Também foram apreendidas seis granadas, rádios comunicadores, balanças de precisão e porções fracionadas de maconha, cocaína, crack, munições, além de sete aparelhos celulares. Um homem foi preso em posse das granadas e parte das drogas durante o cumprimento dos mandados.

Nas primeiras horas da operação, deflagrada pelo Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic), ainda foram apreendidos dois fuzis e foi localizado Carlos Alessandro Santana Santos, o "Cachinho", também integrante do grupo criminoso, com mandados de prisão em aberto por tráfico de drogas, associação para o tráfico e por integrar organização criminosa. Ele também entrou em confronto com os policiais e não resistiu.

Participam da Operação Responsio os Departamentos de Repressão e Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (Draco), de Inteligência Policial (DIP), de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), a Coordenação de Operações e Recursos Especiais (Core), a Superintendência de Inteligência da Secretaria da Segurança Pública (SI-SSP), a Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco), o Grupo de Pronta Intervenção da Polícia Federal (GPI-PF) e o Grupamento Aéreo da Polícia Militar (GRAER-PM). 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sábado, 20 Abril 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/