Triatleta feirense comenta sobre rotina de treinamentos para competições

EsportesTriathlon

Triatleta feirense comenta sobre rotina de treinamentos para competições

Lucas Maltez contou um pouco da trajetória no esporte  

Foto: Michel Cerqueira

Feira de Santana segue bem representada no triathlon baiano, após disputar duas etapas do Campeonato Baiano de Triathlon Olímpico, realizada em Guaibim e Petrolina, e conquistar o título em ambas. O atleta Lucas Maltez voltou a fazer bonito com a conquista do segundo lugar no Campeonato Brasileiro de Triathlon de Longa Distância, que aconteceu em Porto Seguro.

Integrante da equipe feirense Aquática Team, com 8 anos de existência, revelando atletas na corrida, ciclismo e triathlon, em entrevista a reportagem do jornal Folha do Estado, Lucas Maltez contou um pouco da trajetória no esporte."Sou filho de treinador de natação, o primeiro treinador de natação de Feira de Santana e do interior da Bahia, João Batista, que também revelou vários campeões estaduais e nacionais. Sendo assim, meu primeiro esporte foi a natação, onde me dediquei com exclusividade dos 4 aos 16 anos, quando inseri a corrida e posteriormente o ciclismo. O triathlon oficialmente comecei com 26 anos, e hoje, com 36 anos, carrego vários títulos estaduais, regionais e nacionais nas modalidades de natação, ciclismo e triathlon. Desde 2015, venho garantindo qualificação para os campeonatos mundiais, além de estar sempre entre os melhores da categoria no país", disse.

Contudo, nem tudo são flores, o atleta também contou das dificuldades e desafios para participar dos grandes eventos e representar a cidade Princesa do Sertão. "As dificuldades maiores são de conseguir apoio mesmo com projetos de incentivo federal e estadual, onde empresas colocam dificuldades e não acreditam no potencial do esporte. Com isso temos que ter dedicação tanto ao treinamento quanto ao trabalho e a família. Mas isso nos deixa mais fortes no processo", ressaltou.

Após a conquista do vice-campeonato brasileiro, Lucas Maltez falou a respeito dos próximos passos. "Foram dois títulos nacionais em uma semana. Na distância Sprint em Maceió e na longa distância em Porto Seguro, ambos em setembro. Agora vamos para a terceira e última distância oficial da modalidade triathlon, a distância olímpica que acontecerá em Brasília, dia 4 de outubro, ela será o próximo foco. Será uma grande realização subir no pódio nas três distâncias oficiais do triathlon no ano que completo, 10 anos no esporte", contou.

Para continuar fazendo bonito e representando bem Feira de Santana, Bahia e o Brasil, o triatleta precisa manter uma forte rotina de treinamento. "A rotina é bem cheia. Envolve treinos de ciclismo, corrida e natação em média quatro vezes na semana nas três modalidades. Além disso, temos que nos dedicar na recuperação (alongamentos e massagens) e fortalecimento muscular, e a nutrição que é um fator muito importante no rendimento. Realmente tem que gostar do processo, incorporar o estilo de vida e administrar isso tudo as demandas de trabalho e família", pontuou.

E para finalizar, Lucas Maltez deixou uma mensagem de incentivo para os jovens que também querem se tornar um triatleta. "Como todo processo, tenha humildade e sabedoria em aprender sempre, assim como desenvolva a capacidade de resiliência e de disciplina. Nós sempre podemos ser melhores a cada dia". 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 09 Dezembro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/

Cron Job Iniciado