Jair Bolsonaro nega sondagem a Guilherme Derrite em SP e diz que Alexandre Ramagem está consolidado no RJ

PolíticaEleições 2024

Jair Bolsonaro nega sondagem a Guilherme Derrite em SP e diz que Alexandre Ramagem está consolidado no RJ

Ex-presidente participou de um jantar com deputados e aliados numa churrascaria na Barra da Tijuca

Crédito: Instagram/@jairmessiasbolsonaro

O ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) negou nesta sexta-feira (24) ter sondado o secretário de Segurança de São Paulo, Guilherme Derrite, para disputar a prefeitura da capital paulista no ano que vem. No Rio de Janeiro, ele disse que o nome do deputado federal Alexandre Ramagem (PL-RJ) está "consolidado" dentro do partido.

Bolsonaro participou de um jantar com deputados e aliados numa churrascaria na Barra da Tijuca, zona oeste. Sentou-se ao lado do governador Cláudio Castro (PL), que garantiu apoio a Ramagem na disputa pela prefeitura carioca.

"É o Ramagem. A princípio está consolidado. É um pré-candidato. Vi uma pesquisa agora, do Paraná pesquisa, que dá ele com 9%. O que é muita coisa para quem se lançou agora. Ele é uma pessoa séria, inteligente, delegado da Polícia Federal. Tem tudo para, em chegando à prefeitura, fazer um bom trabalho", disse ele.

Esta é a primeira vez que Bolsonaro defende publicamente a candidatura de Ramagem. O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), filho do presidente, e o próprio deputado, vinham evitando declarar que o "martelo foi batido" a fim de evitar rusgas internas com outros pré-candidatos. O mais incomodado com a escolha foi o senador Carlos Portinho (PL-RJ), que também se colocou como pré-candidato.

Em relação à Prefeitura de São Paulo, Bolsonaro negou ter sondado Derrite para a disputa.

"Não sondei. Aquilo foi especulação, o que é natural. Tem gente que parece que quer vê-lo fora da secretaria, então, lançaram aquilo. Mas o Derrite está tranquilo nessa missão de secretário e o PL por enquanto não tem nome para prefeitura", afirmou ele.

O ex-presidente não quis declarar preferência entre o prefeito Ricardo Nunes (MDB), preferido do PL-SP, ou o ex-ministro Ricardo Salles (PL), que é deputado federal. "Por enquanto não quero discutir esse assunto sem antes conversar com eles." 

 

Comentários:

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Segunda, 26 Fevereiro 2024

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://www.jornalfolhadoestado.com/